O CÓDIGO DE ÉTICA DOS MUSEUS E COMERCIANTES DE ARTE

Nem tudo é feito do jeito que os museus e comerciantes querem. Para evitar a aquisição de artefatos roubados e combater o tráfico ilícito de bens culturais, existe códigos internacionais de ética que estabelecem padrões de comportamento no mundo da arte. Segue o post que a gente explica tudo!

O COMÉRCIO ILEGAL DE BENS CULTURAIS NA INTERNET

Atualmente, grande parte do comércio de obras de arte e antiguidades é realizado pela internet. Casas de leilão e famosas plataformas, como o Facebook e o GoAntigues, promovem o comércio de milhares de bens culturais. Porém, esse meio virtual ampliou e facilitou a venda de artefatos roubados e traficados, e é essa dimensão que exploraremosContinuar lendo “O COMÉRCIO ILEGAL DE BENS CULTURAIS NA INTERNET”

O MERCADO GLOBAL DE ARTE E ANTIGUIDADES

Olá delegados! Para o post de hoje, trazemos um ponto central na discussão sobre o tráfico de bens culturais na atualidade: o crescente mercado global de arte e antiguidades. Apesar de ser um comércio legal, a grande demanda por bens culturais e seus altos preços acabam por influenciar o crescimento do comércio ilegal no mundo.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora